minas grandola

Uma empresa dos Emirados Árabes Unidos (EAU) requereu à Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) licenças para a prospeção de minérios no Alentejo.

A Matsa A Mubadala & Trafigura Company, empresa dos Emirados Árabes Unidos (EAU), requereu à Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) licenças para a prospeção de minérios no Alentejo.

De acordo com um aviso publicado esta segunda-feira em Diário da República, a empresa "requereu a atribuição de direitos de prospeção e pesquisa de depósitos minerais de cobre, chumbo, zinco, ouro, prata, ferro e metais associados, numa área denominada "Portel", localizada nos concelhos de Portel, Vidigueira, Serpa, Beja, Cuba, Alvito e Viana do Alentejo".

Um segundo aviso refere que a mesma empresa "requereu a atribuição de direitos de prospeção e pesquisa de depósitos minerais de ouro, cobre, chumbo, zinco, prata e metais associados, numa área denominada "Santiago", localizada nos concelhos de Santiago do Cacém e Grândola".

Em ambos os casos, os interessados dispõem de 30 dias para apresentar quer reclamações fundamentadas quer propostas contratuais.

Fonte: Jornal de Negócios