alentejo a pé ccdraO Portal “Alentejo a pé”, disponibilizado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo no seu website, a celebrar dois anos de existência, procedeu ao balanço da sua própria atividade e evolução.

Eis a nota de imprensa divulgada pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo:

«Este Portal apresenta a informação relativa a percursos pedestres existentes na Região Alentejo, que possam ser percorridos, em autonomia, por diferentes tipos de utilizadores, podendo a sua pesquisa ser efectuada a partir de algumas características, como a extensão, duração, grau de dificuldade, a sua designação e localização geográfica (por concelho). Além dos percursos da responsabilidade das autarquias da Região, inclui informação sobre os percursos da “Rota Vicentina”, do projeto “Alentejo Feel Nature” e do “Transalentejo”.

Este projeto, iniciado em Maio de 2014 pela CCDRA, apresentando 102 percursos distribuídos por 27 concelhos do Alentejo, alargou a informação disponibilizada ao público para 140 percursos distribuídos por 37 concelhos do Alentejo, no final de Abril de 2016.

Em termos de utilização, entre 30 de Março de 2015 e 01 de Março de 2016 (período de 11 meses), o portal registou um número total de 16.652 visitantes.

Num apuramento de 50 países, é interessante verificar a dispersão/divulgação da informação, que pode ser analisada em vários parâmetros, permitindo verificar que as atividades ligadas à natureza e ao pedestrianismo acolhem adeptos em vários países, uma vez que se presume que quem consulta um portal específico deste tipo representa um segmento de interessados no tema e potenciais utilizadores.

Assim, nos primeiros lugares em termos de visitantes, registam-se:
1º Portugal – 11.958
2º EUA – 1.348
3º Brasil – 702
4º Espanha – 326
5º França – 245
6º Alemanha – 222
7º Federação Russa – 177
8º Reino Unido – 102
9º Holanda – 88

Contudo, o universo de visitantes (numa lista de 50 países) revelou um espectro bastante alargado, que incluiu, por exemplo, utilizadores da República da Coreia (34), Japão (22) ou Indonésia (8), registando-se ainda 2 utilizadores da Tailândia e 2 utilizadores da Georgia.

Se tivermos em conta os 28 países da União Europeia, encontramos pesquisas em 21 países, do seguinte modo:
1º Portugal - 11.958
5º Espanha - 326
6º França - 245
7º Alemanha - 222
9º Reino Unido - 102
10º Holanda - 88
12º Irlanda - 62
13º Bélgica - 56
14º Itália - 53
16º Áustria - 38
21º Polónia - 18
22º Luxemburgo - 17
23º Grécia - 15
25º República Checa - 10
26º Roménia - 10
28º Dinamarca - 9
29º Finlândia - 8
31º Suécia - 7
41º Letónia - 3
42º Eslovénia - 3
45º Bulgária – 3

Em termos de utilização, o portal registou no mesmo período um total de 116.709 páginas consultadas, uma média de 7,01 páginas vistas por cada visitante, indicando assim a consulta de diferentes percursos. A este número de visitantes e de páginas de percursos consultadas, correspondeu o total de 401.358 cliques de visitantes, ou seja, uma média de 24,10 cliques por visitante, revelando informação que foi pesquisada dentro das páginas dos percursos (incluindo, por exemplo, o descarregar de informação como mapas e folhetos, ficheiros .kml, …).

Como nota final, sublinha-se que, a todo o tempo, poderá ser incluída informação no portal, incluindo a inclusão de novos percursos pedestres.

Sendo este portal “Alentejo a pé” uma base de dados dos percursos disponíveis na Região Alentejo, as entidades responsáveis pelos percursos poderão remeter a informação atualizada à CCDRA (alteração dos percursos existentes ou implementação de novos), de modo a que exista uniformidade na informação disponibilizada ao público.»

Fonte: Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo

Blocos Informativos



  • Noticiário das 19:00 do dia 21 dez 2016


  • Noticiário das 19:00 do dia 20 dez 2016


  • Noticiário das 19:00 do dia 19 dez 2016


  • Noticiário das 19:00 do dia 18 dez 2016


  • Noticiário das 19:00 do dia 17 dez 2016

Faça publicidade na RCG

JSN Megazine template designed by JoomlaShine.com